Eid-al-Azha, ou a festa do sacrifício!

No Paquistão e nos países muçulmanos é feriado.
Começou na sexta-feira e termina na segunda-feira. Tudo está fechado, lojas, super-mercados, pouquíssimo trânsito nas ruas. Descobri que entre as poucas pessoas que estão trabalhando, a maioria é cristã. Islamabad está vazia.
Os muçulmanos celebram o Eid-al-Azha, ou a festa do sacrifício. É o festival que marca o fim do Hajj ou peregrinação a Meca. Marca a intenção profeta Ibrahim (Abrãao) de sacrificar o seu filho Ismail.
São sacrificados carneiros, bodes, bois e camelos que devem ser machos, adultos e saudáveis. Após o sacrifício a carne é distribuída por familiares, vizinhos e pobres.
Para o pessoal da ONU o feriado vai de sábado até terça-feira. Muita gente da ONU viajou para fora do país.
Encontrei alguns brasileiros que estão por aqui trabalhando para a ONU, o Marcelo e o Thomas. Eles ficam aqui até o fim de dezembro. Jantamos na minha casa na sexta-feria e depois fomos ao restaurante de uma brasileira, amiga do Marcelo. Foi ótimo, nos encontramos com os embaixadores o Brasil e da Argentina e também com o técnico da seleção de vôlei do Paquistão. Ele também é brasileiro e chegou faz poucos dias.
A Regina está no Paquistão faz 10 anos. De todos, depois dela, eu sou o que tem mais tempo aqui, 6 meses, e seis meses com muita saudade do Brasil.
Para nossa surpresa, apareceu uma delegação brasileira de uma empresa que estavam numa missão por aqui.
Depois de todo este tempo sem ver um brasileiro, encontro mais de uma dezena em uma mesma noite!

No Paquistão e nos países muçulmanos é feriado.

Começou na sexta-feira e termina na segunda-feira. Tudo está fechado, lojas, super-mercados, pouquíssimo trânsito nas ruas. Descobri que entre as poucas pessoas que estão trabalhando, a maioria é cristã. Islamabad está vazia.

Os muçulmanos celebram o Eid-al-Azha, ou a festa do sacrifício. É o festival que marca o fim do Hajj ou peregrinação a Meca. Marca a intenção profeta Ibrahim (Abrãao) de sacrificar o seu filho Ismail.

Eid-al-Azha

Eid-al-Azha

São sacrificados carneiros, bodes, bois e camelos que devem ser machos, adultos e saudáveis. Após o sacrifício a carne é distribuída por familiares, vizinhos e pobres.

Eid-al-Azha - Sacrifício

Eid-al-Azha - Sacrifício

Para o pessoal da ONU o feriado vai de sábado até terça-feira. Muita gente da ONU viajou para fora do país.

Encontrei alguns brasileiros que estão por aqui trabalhando para a ONU, o Marcelo e o Thomas. Eles ficam aqui até o fim de dezembro. Jantamos na minha casa na sexta-feira e depois fomos ao restaurante de uma brasileira, amiga do Marcelo. Foi ótimo, nos encontramos com os embaixadores do Brasil e da Argentina e também com o técnico da seleção de vôlei do Paquistão. Ele também é brasileiro e chegou faz poucos dias.

A Regina está no Paquistão faz 10 anos. De todos, depois dela, eu sou o que tem mais tempo aqui, seis meses, e seis meses com muita saudade do Brasil.

Para nossa surpresa, apareceu uma delegação brasileira de uma empresa que estava numa missão por aqui.

Depois de todo este tempo sem ver um brasileiro, encontro mais de uma dezena em uma mesma noite!

Eid-al-Azha

Eid-al-Azha

Fotos: Dawn – AFP – para ver mais fotos no site do Dawn… http://bind.to/EIK7o

Tags: , ,

8 Responses to “Eid-al-Azha, ou a festa do sacrifício!”

  1. Carol says:

    wowowo tudo isso de brasileiro ai! caramba!
    Queria eu estar ae tb! hehehe Eid Mubarak!

  2. regina says:

    Paulão,
    espero que estes encontros ajudem a encarar a real do dia-a-dia longe da tua família. Você vem para o Natal?
    bjs
    RE

  3. Thais Lobo says:

    Mais uma vez obrigada por keep us posted. Aqui na Embaixada soh tivemos sexta off. Abraco e fique com Deus.

  4. Hello…=)

    Sou Everyn Palhares (Mishal Zohaib) e conheci seu blog atraves do blog da Carol…Mto legal msm…=)

    Moro em Lahore e que bom saber que tem mais brasileiros por aqui…=)))..Dah ate um certo alivio…

    Onde eh esse Restaurante da brasileira em Islamabad?? Acabei de chegar de lah..se eu soubesse teria ido com certeza..Mas vou me programar pra ir da proxima,se Deus quiser

    • Olá Everyn,
      Realmente é bom saber que a comunidade brasileira no Paquistão está se conhecendo. Acho que já somos quatro, sem contar o pessoal da embaixada.
      Estou programando uma ida a Lahore em poucas semanas, quem sabe não nos encontramos.
      Boa sorte e um abraço!

Leave a Reply