Paquistão, Dubai e o Web 2.0 – Erros e acertos

Faz três dias que cheguei do Paquistão. Lá, foram 10 dias de atividades intensas, incluindo uma visita a Peshawar, considerada uma das cidades das mais complicadas em termos de segurança. O tempo estava bom, mas frio, e acabei pegando um resfriado. Além do trabalho revi os amigos e matei a saudade da boa cozinha Paquistanesa.
Fiquei hospedado numa “guest house” e o cozinheiro era excelente. Cada dia me preparava um prato diferente, à base de frango. Todos eles bem temperados e apimentados.

Dubai, o sol encoberto pela fina areia do deserto

Dubai, o sol encoberto pela fina areia do deserto

Em Dubai o tempo está bom, mas desde que cheguei a cidade está encoberta por uma densa nuvem de poeira. O vento é constante. Hoje a piscina estava até fechada e os empregados utilizam máscaras de proteção.

Web 2.0 – Erros e acertos
Já faz algum tempo que quero escrever sobre o livro que publiquei recentemente na Internet. Foram mais de 10 mil downloads, e seguramente centenas e centenas mais, feitos em através outros sites que também publicaram o eBook, mas que, infelizmente, não tenho como quantificar.
Recebi vários comentários, em sua quase totalidade com palavras de incentivo e apoio.
Um dos comentários que mais me chamou a atenção reproduzo abaixo, com a autorização do autor.

Prezado Paulo,

Muito obrigado por compartilhar sua experiência de forma livre através do livro Web 2.0 – Erros e acertos.

Gostei muito do primeiro parágrafo do capítulo 1 – Início de tudo.

Deixa explicar, sou angolano, comecei na área de TI lá em 73 num curso de Cobol na IBM angolana e naquela época participava dos movimentos de libertação, mais especificamente o MPLA. O slogan motivador do movimento era “A luta continua”. Então você entende porque já me entusiasmei pelo livro logo no começo e resolvi na hora te mandar este e-mail.
Até hoje uso esse slogan tanto pessoalmente como para incentivar meus alunos.
Agora te pergunto, o tanzaniano te contou o resto da frase? Acho que não. Na minha opinião é a parte mais interessante.
Tem a ver com a justificativa de que a luta tem que continuar. É simples, porque a vitória é certa.
Então era isso que gritávamos para nos motivar, “A luta continua, porque a vitória é certa!!!!!”.
Hoje a forma e a revolução mudaram, acrescento à frase antiga e sempre válida, que Feliz e Felicidade começam com a palavra FÉ!!!
A Fé na certeza da vitória é que nos faz caminhar e lutar sempre na construção de um mundo mais justo e perfeito onde a colaboração, a participação, a hierarquia em rede, a economia do free, o poder das multidões e as colméias humanas serão vitoriosas. Nunca tivemos tantas ferramentas libertadoras, socializantes e de afiliação do ser humano como agora com a Web 2.0, é o que acredito e tento passar nas minhas aulas e palestras.

Vou continuar a leitura do livro.
Desculpe a emoção e a filosofia, mas a frase tocou muito fundo em mim, me fez voltar muitos anos e nos sonhos daquela época.

Fraterno abraço,
Amoreira.

“Pássaros da mesma plumagem voam em bandos”

Foto: Paulo Siqueira

Tags: , ,

Leave a Reply